sexta-feira, 20 de abril de 2018
Últimas Notícias
Capa / 1ª Página / Prefeitura de Vilhena inicia projeto para conter alagamentos nas Avenidas Melvin Jones e Paraná

Prefeitura de Vilhena inicia projeto para conter alagamentos nas Avenidas Melvin Jones e Paraná

Os trabalhos estão em fase de análise; obras iniciam ao final das chuvas

A prefeita Rosani Donadon (PMDB) confirmou nessa semana que o Município está conduzindo, por meio da Secretaria Municipal de Planejamento (SEMPLAN), um estudo nas avenidas Paraná e Melvin Jones a fim de resolver o problema relacionado aos alagamentos que acontecem nas duas regiões e causa inúmeros transtornos aos moradores de Vilhena.

Ela determinou que o trabalho deve ser preciso justamente para que não haja fatos como vêm ocorrendo neste período chuvoso. Rosani Donadon vem trabalhando há meses para garantir recursos que irão custear essa obra, a qual será subsidiada pelo Governo do Estado.

O titular da SEMPLAN, Valdiney Campos, explicou que o trabalho consiste em executar pelo menos mais 12 novas bocas de lobo na Avenida Melvin Jones cujo objetivo é conduzir as águas até uma drenagem que está sendo instalada na Rua Jandaia. Duas linhas de drenagem nas Ruas 1504 e 1502 serão produzidas para dar caminho à água das chuvas “Esta região da avenida é o ponto mais baixo da Avenida. Com essa tubulação, vamos conseguir resolver o problema”, explicou o secretário.

O recurso que irá consolidar a obra está em análise no Departamento de Estradas e Rodagens (DER) do Estado de Rondônia. “A prefeita Rosani Donadon já conseguiu a autorização do Governador para executar a obra, e assim que as chuvas cessarem poderemos iniciar o projeto”, disse Campos.

Quanto à estratégia para se resolver o problema de alagamento da Avenida Paraná, o titular da SEMPLAN explica que o Município irá reforçar a captação da água já existente com novas bocas de lobo. “Estamos fazendo um estudo com a engenharia para identificar a viabilidade para instalação de uma nova linha de drenagem no local”, comentou.

Em reunião com membros da Secretaria de Planejamento, a prefeita determinou pressa na conclusão estudos a fim de que as obras se iniciem assim que o período chuvoso for concluído. “Estamos trabalhando em ritmo acelerado para cumprir com as determinações da prefeita e assim podermos resolver os problemas causados”, explicou o secretário.

FALTA DE CONSCIÊNCIA

Técnicos da SEMPLAN explicaram que a falta de planejamento consciente na expansão do asfaltamento nas regiões contribuíram com os alagamentos nas Avenidas Melvin Jones e Paraná. Isso porque a maioria das ruas asfaltadas nos últimos anos nas duas regiões não possui drenagem, e quanto maior o número de áreas asfaltadas menor é a capacidade de absorção de águas, logo a enxurrada acaba seguindo aos pontos mais baixos das avenidas, tendo volume desproporcional com a capacidade de drenagem projetada.

Fonte: Semcom

Sobre Redação